Rio do Medo

O documentário "Rio do Medo" traz, para a discussão sobre a violência no Rio de Janeiro, o olhar de quem a vive e enfrenta diariamente: a Polícia Militar. Policias militares da ativa e da reserva, de patentes e gerações diferentes, homens e mulheres, ora vistos como heróis, ora tratados como vilões, falam da sobrevivência nas ruas, das escolhas, dos medos e desafios da profissão. E opinam sobre como a PM do Rio se tornou uma instituição marcada pela desconfiança, pela violência e pela corrupção. O documentário resgata, também, através das entrevistas, as origens históricas da PM, a influência da ditadura na instituição, o divisor de águas representado pelas gestões do coronel Carlos Magno Nazareth Cerqueira, a polêmica sobre a desmilitarização, o caso das UPPs e o episódio do Amarildo, entre outros.